domingo, 30 de junho de 2013

AYMORÉS É O GRANDE CAMPEÃO DO SUB 18



Comandado pelo ex zagueiro Binha e com elenco muito forte técnica e fisicamente, o Sport Clube Aymorés jogando em seu Estádio (Afonso de Carvalho) conquistou o campeonato da categoria sub 18, organizado pela Liga Atlética Ubaense, após derrotar o ótimo time do Núcleo Recreativo de São João Nepomuceno pelo placar de  3x1 no tempo normal, e empatar na prorrogação em 0x0. Devido sua ótima campanha em toda competição, o Aymorés ficou a vantagem do empate na prorrogação.

Depois de perder o jogo de ida pelo placar de 4x1, o time da casa optou pelo esquema 4-3-3, sendo os dois meias com muita qualidade técnica (Ricardo e Jefinho), e veio com tudo pra cima do representante de São João Nepomuceno.
Já o Núcleo Recreativo veio a campo com a vantagem do empate no tempo normal e Ayupe alterou a equipe com relação a última partida promovendo a volta do volante Vítor Torres que estava suspenso. Sendo assim, o time atuou no esquema 4-4-2.

Quem acompanhou meu comentário sobre a partida de ida em São João, leu que a partida foi equilibrada onde o Aymorés havia criado boas chances de gol, mas não converteu.
Pois, nesta partida de volt a coisa mudou e o Aymorés além de marcar 3 vezes, ainda obrigou ao ótimo goleiro Álvaro realizar belas defesas. Como aos 16 minutos no chute do artilheiro  Derick, que da entrada da área colocou por cobertura com Álvaro fazendo a mais bela jogada da partida. Quando a bola parecida que iria morrer no fundo das redes, o goleirão deu um vôo e de mão trocada mandou à escanteio.

Mas aos 18 minutos, o mesmo Derick aproveitou uma jogada duvidosa de ataque e colocou o Aymorés na frente do placar.
Digo duvidosa, porque após o gol o técnico Ayupe e os atletas que estavam no banco de reservas atrás do gol reclamaram muito afirmando que Nathan havia conduzido a bola com a mão. O auxiliar Geraldo de Assis que acompanhava a jogada nada marcou. Para o bem do futebol quero acreditar que o auxiliar não agiu de má intenção e sim não viu o lance ilegal. Porque, pela reação do Ayupe, tenho a certeza que a bola foi conduzida de forma irregular. Mas como o árbitro não marcou... Aymorés 1x0. E a primeira etapa terminou assim.

Veio o segundo tempo e o Aymores continuou jogando bem co destaque para os meias Ricardo e Jefinho e os atacantes Derick e Nathan, o que me fazia crê que o Núcleo não chegaria ao empate facilmente. Ayupe promoveu a entrada de Madruga no lugar de Matheus cavaco tendo confundir a marcação adversária. Mas como uma partida de futebol tem suas surpresas... Michael”robô” empatou aos 27 minutos depois de um lance confuso na área do Aymorés.

Mas prevalecendo a superioridade do time Ubaense, o 2x1 saiu logo em seguida, mas foi bem anulado pelo auxiliar Antônio Édio Almeida. E, aos 32, Derick voltou a marcar colocando o Aymorés novamente em vantagem no placar.

Nathan, que fez ótima partida, aos 40 minutos deu números finais a partida fazendo 3x1.

Assista ao vídeo com os gols da partida e tire suas conclusões.



 Veio a prorrogação e o Núcleo foi para o “tudo ou nada”.  Sabendo que só a vitória interessava, Ayupe fez entrar na partida Saulo e Thiago”Gui” o que deu maior poder ofensivo a equipe. Logo aos 3 minutos do primeiro tempo da prorrogação, Michael”robô” perdeu ótima chance ao cabecear para fora uma bola na linha da pequena área. Em resumo: o Núcleo”martelou” mas não conseguiu chegar ao tão esperado gol. Infelizmente, aos 14 minutos do 2º tempo da prorrogação,  houve uma confusão generalizada e a partida terminou.

Nathan e Derick, artilheiros da partida.

Parabéns ao Sport Clube Aymorés que ao longo da competição apresentou um futebol bonito de se ver. Parabéns ao Ayupe e todos os atletas do Núcleo Recreativo que mesmo com 80% de seu elenco sendo jogadores sub 17, entre eles sub 15 e até um atleta sub 14, soube honrar nosso Município.

DETALHE: O VÍDEO COM OS GOLS DA PARTIDA ESTARÁ DISPONÍVEL NESTE BLOG A PARTIR DE QUARTA-FEIRA DIA 03 DE JULHO 2013.

Com arbitragem de Washington Flávio Pereira, auxiliado por Geraldo de Assis e Antônio Édio de Almeida, o Aymores venceu com Vaguinho no gol; João Paulo, “Mulekão”, China e Matheus; Nando, Júnior(Igor) e Ricardo; Jefinho, Derick(Cesinha) e Nathan(Pedro II). Técnico: Binha.

O Núcleo jogou com Álvaro; Matheus Santiago(Bruninho), Noé, Bililiu(Thiago”Gui”), e Caio; Vítor Torres(Saulo), Daironey, Michael”robô” e Danrley;  Emerson(Sávio) e Matheus”cavaco”(Madruga). Técnico: Marco Aurélio Ayupe.

Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Núcleo Recreativo dá passo importante rumo ao título.

Michael"robô" fazendo Núcleo 2x0


Enfrentando um adversário de muita qualidade, o Núcleo Recreativo teve mais uma ótima apresentação e alegrou aos torcedores que compareceram no Estádio Heleno de Freitas, campo do Mangueira, com a vitória de 4x1 sobre o Sport Clube Aymorés de Ubá.

Aos 25 minutos da primeira etapa, Matheus”cavaco” que estava sendo pouco acionado, pegou uma bola no meio campo e partiu em direção ao gol adversário. Como veremos no vídeo abaixo, Matheus fez ótima tabela com Michael”robô”, penetrou na área e colocou no canto esquerdo do goleiro Vaguinho. Era o primeiro gol.

Logo em seguida, Michael”robô” escapa pela esquerda de ataque e, ante a saída do goleiro, toca no canto esquerdo sem chance para Vaguinho. Núcleo 2x0.

Veio a segunda etapa e o panorama não mudou. Aos 11 minutos, Emerson aproveita um ótimo cruzamento da esquerda, após cobrança de falta executada por Micheal”robô”. Aos 32 minutos, Júnior, de cabeça, saiu do banco de reservas para descontar para o Aymorés. E aos 36 minutos, Caio, também de cabeça, deu números finais a partida. Detalhe: o Michael”robô”, além de marcar o segundo gol do Núcleo, também, participou de todos os lances dos outros 3 gols.




Com arbitragem Ednilton Soares, auxiliado por Pedro Raimundo Crispim e José Carlos de Paula, o Núcleo Recreativo jogou e venceu com Álvaro; Matheus Santiago(Christofer), Noé, Bililiu(Vinícius) e Caio; Dayroney(Sávio), DAnrley, Emerson(Júnior) e Michael”robô”; Matheus”cavaco” e Madruga(Thiago). Técnico: Marco Ayupe.

O Aymorés jogou com Vaguinho no gol; João Paulo, Carlos(Horácio), China e Matheus; Nando, “Molecão”(Cesinha), Ricardo e Derick; Jefinho(Júnior) e Nathan(PedroII). Técnico: Binha.

O jogo de volta será no próximo final de semana na cidade de Ubá.

Parabéns ao meu amigo Marco Aurélio Ayupe que faz um espetacular trabalho em nossa cidade.

Abaixo fotos produzidas com categoria pelo meu amigo/irmão Eduardo Ayupe.





Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser!

domingo, 16 de junho de 2013

Sãojoanense Campeão do Regional de Bicas – 2013



Depois do empate em 1 gol no último domingo na cidade de Rochedo de Minas, Sãojoanense e Rochedo voltaram a se enfrentar, desta vez, no campo do Mangueira.

Como era de se esperar, jogando em casa, o Sãojoanense tomou a iniciativa do jogo e dominou boa parte da 1ª etapa. Com muita movimentação do seu meio campo que contou com as presenças de Stéfano Pinho, Hiago Dias e Marcos Vinícius, o representante de São João ainda contou com a categoria e tranqüilidade de Diego”farinha” que além de ser o marcador da entrada da área, também, foi o jogador que iniciava as jogadas e cadenciava o jogo.

Como disse, o Sãojoanense dominou boa parte do primeiro tempo, mas o Rochedo, muito bem comandado pelo técnico José Carlos, a partir dos 25 minutos, começou a reagir na partida. Aos 35 minutos o Rochedo reclamou pênalti de Dairone em cima do atacante Tartá, mas o árbitro André Vieira não marcou. No intervalo conversei com o trio de arbitragem e André disse o seguinte: “ a jogada foi muito próxima ao meu auxiliar(Aíiton Ramos), olhei para ele que não sinalizou a irregularidade, então mandei seguir o jogo”.
Aproveitei e perguntei ao auxiliar Aílton o que aconteceu naquele lance polêmico e ele respondeu: O atacante(Tartá) se jogu antes que o defensor tocasse nele. Não foi nada.”
Sem grandes jogadas de gol, a primeira etapa terminou como começou, zero a zero.

Veio a segunda etapa e a partida melhorou tecnicamente com boas chances de abertura de placar. O que aconteceu aos 16 minutos após cobrança de escanteio de Stéfano pela direita de ataque. O zagueiro artilheiro “Beiço” aproveitou uma desatenção da zaga adversária e abriu o marcador (foto abaixo – clique na foto para ampliar).
A partir deste momento os goleiros Gabriel do Rochedo e Mário Júnior do Sãojoanense tiveram muito trabalho. Destaque para Mário Júnior que fez grandes defesas, inclusive, espalmando uma cabeçada do zagueiro Bruno que tinha endereço certo e decretaria o gol de empate levando a partida para a prorrogação.


Mas o jogo terminou assim, Sãojoanense 1x0 Rochedo.

Sãojoanense campeão do Regional 2013 organizado pela Liga Biquense de Futebol.

FICHA DO JOGO


Sãojoanense:
Mário Júnior,; Michel Gielo, Beiço, Dairone e Cristian(Michel Lima); Marcos Vinícius(Michelzinho), Diego”farinha”(Léo), JuninhoPC(Michel Robô) e Stéfano Pinho; Hiago Dias e Vítor”Bengo”(Noel).
Técnico: Deacir.

Rochedo:
Gabriel; Gustavo, Bruno, Renatinho e Jonathan; Rafael(Roger), Jogle(Breno), Fabiano e Alan; Tarta(Michel) e Cleiton.
Técnico: José Carlos.

Gol: Beiço aos 16 minutos do 2º tempo.

Arbitragem: André Vieira auxiliado por Aílton Ramos e Oswaldo Antônio.


Abaixo, algumas fotos envolvendo a grande decisão.
 Beiço - autor do gol da vitória e do título.
 O capitão Beiço recebe o troféu das mãos do presidente da Liga Biquense.
 Éder do Kafofo de Mar de Espanha - artilheiro da competição com 8 gols


 Mário Júnior goleiraço
 Mário Júnior em ação.
 Oswaldo Antônio, André Vieira e Aílton Ramos
 Esporte Clube Rochedo de Minas - Vice Campeão.

 Wagner Rodrigues(diretor técnico da Liga e o Sr. Wilson Antônio Amorim(fundador e atual presidente da Liga Biquense de Futebol -  Liga foi fundada em 1950.)
 Bruno recebe o troféu de vice campeão.

Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser!

quinta-feira, 13 de junho de 2013

ANTÔNIO CARLOS BEZERRA



Nesta edição, conversarei com meu amigo/irmão Bezerrinha. Com certeza, deixou seu nome gravado no rol dos grandes goleiros que nossa cidade, e região, já teve.

NGB –   Nome completo, filiação e quando/onde nasceu.
Antônio Carlos de Almeida Bezerra
Filiação: Antônio Duarte Bezerra e Nilza de Almeida Bezerra
Nascimento: 18/01/1963

NGB   Começou a jogar em qual time e com que idade?
Mangueira aos sete anos dente de leite do time do Juarez no antigo campo do Mangueira

NGB    Qual era sua posição?
Goleiro

NGB -    Em quais clubes atuou?
Mangueira, Botafogo, Operário e Seleção São João


NGB  -  Quantos campeonatos disputou e quantos títulos conquistou?
Foram vários campeonatos, e vários títulos pelo Botafogo, com apenas 16 anos titular do time principal do Botafogo, fui embora para Juiz de Fora com 20 anos trabalhar no Banco Itaú e La participei de vários campeonatos de futsal  e tive oportunidade de ser campeão arias vezes, pois era um excelente time.

NGB  -  Qual a partida mais importante que você disputou?
Seleção de São João x Seleção de Muriaé
Lá em Muriaé ganhamos de 1 x 0, e até hoje todos comentam minha atuação, pois chovia muito e graças a DEUS tive uma das melhores atuações, defesas seguras e difíceis.

Nei, teve uma partida em RIO NOVO que o OPERARIO iria jogar contra o Prainha, e o WELINGTON ITABORAHY tinha viajado. O ZE CARLOS foi me chamar para jogar. Eu tinha 17 anos e jogava como titular do BOTAFOGO, mais foi um amistoso. Eu que estava acostumado ver aquele time do OPERARIO desde moleque jogar aceitei e partimos para RIO NOVO.

Em pé: De Barros, Geraldo Bengo, Tulinha, Sebastião Cabrita, Kilin, Róbson, Tarcísio, Ninha Itaborahy, eu e Roberto Isaías.
Agachados: +Sebastião Gígio Santiago, Periquito, Sebastião Carlos, Zé Luiz, Lió, +Tico do Bandaia e Natinho. Detalhe: o saudoso Neide Rodrigues Pereira ao fundo.
NGB  -  Antes da partidas, qual atacante tirava-lhe o sono?
Beto do Biquense, sem duvida um dos melhores atacantes dos quais já enfrentei.

NGB  -  Hoje foi meu dia! Qual partida você terminou com este    
              sentimento?
Decisão Torneio inicio 1981, pelo Botafogo, ganhos do Mangueira na decisão por pênaltis e tive a felicidade de defender três pênaltis e depois decidimos com Operário e ganhos na final de 1 x 0 gol do Natinho.


NGB  -  No futebol, uma passagem para se esquecer.
Fechamento do Campo do Botafogo foi realmente uma perda muito grande para o futebol de São João.

NGB  -  Uma passagem curiosa ou engraçada. Pode ser mais de uma
Antes de uma partida no Botafogo, pedi a chave para o João para guardar minhas luvas, quando entrei no vestiário estava tudo arrumado para o jogo ,uniformes e chuteiras , o que eu fiz, misturei tudo, e quando entramos no vestiário para trocar para o jogo todo mundo omeçou a brigar com o João, pois estava tudo trocado os uniformes e chuteiras, e eu sabendo como o João iria reagir já fiquei perto da porta, ele olhou para mim e ai já sai do vestiário orrendo e o João correndo atrás foi só risos, ele não agüentou e começou a rir também, só a fui para o vestiário trocar de roupas, claro de olho no João (pelo qual todo nos jogadores ate hoje temos o maior carinho).
 
Outra: pode não ser engraçada, mas vale lembrar...  O saudoso Rubens da Paixão trouxe um time do Rio de Janeiro para jogar contra nos, os caras chegaram de ONIBUS e todos com mochilas da ADIDAS mascando chiclete numa mascara daquelas, chegando a hora do jogo, lembro bem SABADO à tarde entram em campo e nem olhavam para nossas caras, todos com chuteiras novinhas e da ADIDAS, batendo bola fazendo embaixadas. Vamos pro jogo , 15 minutos de jogo já tínhamos metido 3 x 0 eles nem pegavam na bola pois nosso time era bem treinado e sabíamos tudo que o outro fazia dentro de campo, final de jogo 6 x 0 para o Botafogo e de sobra o ultimo gol foi do DE BARROS coisa rara,passei o jogo todo como um mero espectador não foi nem uma bola difícil no gol

Em pé: José Maria Silva, De Barros, Eu, Kilin, DP, Tulinha, você(Nei) e Cacau.
Agachados: Natinho, Banguelinha, Aírton Calovit, Paçoca, Ninha e +Bajara.

NGB   Qual foi seu melhor técnico?
Foram dois Jose Maria Silva e Juarez Cardoso


NGB  -  E o melhor dirigente?
Luiz Carlos Nogueira (Cacau).

NGB  -  Qual o melhor jogador de sua época?
Jose Luiz Pinho ( Zé Luiz )

NGB –   Qual ou quais atletas de sua geração poderia ter jogado em um
               time profissional?
Ze Luiz ( este foi)  Tico, Tarcisio e Natinho.
NGB  -  Escale um ou mais times com os melhores jogadores com quem
              você atuou. Pode “misturar” os que você jogou contra e a favor.
Bezerra, Roberto, Kilim, Robson Magalhaes, Zuza, Tarcisio, Lió, Tico, Geraldo Bengo, Ze Luiz e Natinho. ou seja seleção de 1981.

Outro time sensacional: BEZERRA, DE BARROS, KILIM, DP E TULINHA, NEI, PIRIQUITO E NINHA ITABORAY, BANGUELIHA, SERGINHO MARCHIORI E NATINHO. TREINADOR JOSE MARIA SILVA.este time tem muita historia, ficamos mais de 1 ano invictos, e olha que traziam times de tudo que é canto para jogar contra o Botafogo, faziam seleções e sempre no final ganhávamos era realmente um ótimo plantel.

Mais um: OPERARIO: BEZERRA, MAURICIO, DECO, BENGO E CARLINHOS, ZE CARLOS, ANGINHO BOLOTINHA, TOTONHO MARACA, MADEIA E ZIM. Ganhamos de 1 x 0 gol do MADEIA e fui considerado o melhor homem em campo, mas teve uma passagem curiosa neste jogo, atrás do meu a torcida do PRAINHA começou a tampar bucha de laranja e pedra para me intimidar, não intimidei o que eu fiz chamei o BENGO e falei para ele o BENGO parou o jogo e foi ate o alambrado atrás do meu gol e já viu todo mundo respeitava o BENGO ele falou meia dúzia de palavras daquele jeito dele, e dali ate o final do jogo eles ficaram quietos. O BENGO era o XERIFE dos campos

Em pé: José Maria, De Barros, Carlinhos Mendonça, Eu, Tulinha, Kilin, DP, Zerli, Frank, você(Nei) e Cacau.
Agachados: Paçoca, Serginho Marchiori, Banguelinha, Aírton, Márcio “Manda Brasa” Carrada, Natinho, Periquito, Geraldo bengo e +Tabajara Martins.

NGB  -  Qual o melhor árbitro?
Luiz Quirino de Freitas.

Agradeço ao meu Irmão Bezerra e faço uma observação: Tem uma foto que apareço no time titular do Botafogo, mas eu era reserva do Manda Brasa e do Lió. Digo isto com muito orgulho porque foram dois excepcionais jogadores de futebol.

Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser.

terça-feira, 4 de junho de 2013

ZIM CAIEIRA NO BLOG DO NEI MEDINA.



Nome completo, filiação e quando/onde nasceu. 
João Cândido Ferreira Filho, meus pais - Ana de Lourdes Henriques Ferreira e João Cândido Ferreira, nasci aqui em São João Nepomuceno, no dia 29 de maio de 1953.
Começou a jogar em qual time e com que idade?
Comecei no Mangueira Futebol Clube no ano de 1969.
Qual era sua posição?
Ponta esquerda.
Em quais clubes atuou?
Mangueira, Botafogo, Operário, Biquense e Ribeiro Junqueira.
Quantos campeonatos disputou e quantos títulos conquistou?
Participei de 5 campeonatos e ganhei 3.



 +Ademir, Deco, Bote, Lema, Mauricio e Welington.
Anginho, Ze Carlos, Weber, Zim e Cesar.

Qual a partida mais importante que você disputou?
Operário x Ribeiro Junqueira na semi-final em Além Paraíba no ano de 1978.
Antes da partidas, qual defensor tirava-lhe o sono?
Panô, do time Leopoldina de Bicas.
Hoje foi meu dia! Qual partida você terminou com este sentimento?
A final entre Operário x Leopoldina na decisão do campeonato da Zona da Mata.
O Zim mencionou o campeonato da Zona da Mata 1978. Aproveito para destacar a matéria que escrevi no meu Blog (neimedina.blogspot.com) onde lembro desta conquista.
“... Com certeza, o título mais importante da história do Verdão Sãojoanense foi o de Campeão de Futebol da Zona da Mata no ano de 1978.

Num campeonato organizado pelas Ligas de São João, Bicas e Além Paraíba, o Operário chegou à final depois de uma belíssima campanha. O adversário foi a forte equipe do Leopoldina de Bicas.

Nos confrontos entre as duas equipes o Operário jogando em seu Estádio, Carlos Stibler, venceu o Leopoldina de Bicas pelo placar de 2 a 0, com 2 gols do craque Samaroni.

Na segunda partida, agora na cidade de Bicas, houve empate em 2 a 2.
Samaroni abriu o placar para o Operário, Lace e Maninho viraram o jogo para o Leopoldina, e Weber empatou dando números finais ao jogo.

O terceiro e decisivo confronto aconteceu no Estádio Horácio Furtado de Mendonça, campo do Botafogo. O Operário precisava apenas de um empate para ficar com o título de Campeão da Zona da Mata de 1978.

O público, que lotou o campo do Botafogo, assistiu a um grande jogo de futebol.
Tecnicamente a partida foi excelente, mas, na parte disciplinar ocorreu as expulsões de Bote do Operário e Lace do Leopoldina.

Final: Operário 2 x 0 Leopoldina, com gols de Anginho Rigolon aos 15 min. do 1º tempo e Weber (Visc.Rio Branco) aos 3 min. 2º tempo.
O Operário jogou e venceu com Wellington Itaboray, Maurício “bluneu”, Bote(JF), Deco (Casarão) e Ademir da Lalá, José Carlos Santiago, Anginho Rigolon e Weber (Visc.Rio Branco), César (Rio Pomba) Lema (JF) e Zinho Caeira. Treinador Dulcídio Soares, o nosso Netinho.
Também faziam parte do elenco os jogadores Paulo Afonso Pimentel, Aílton Magalhães, +Sebastião Santiago(Gigio), +Bolotinha, entre outros.

O Leopoldina de Bicas perdeu com: Alécio, Panor, Picolé, Maninho e Helinho. Zé da Padaria, Ferrari e Didi. Fernando, Lace e Pelezinho. Treinador Nivaldo Gonçalves.
Árbitro: Augusto Vieira Borges da Federação Mineira de Futebol
Auxiliares: Antônio Santos Lopes e Antônio Pereira da Liga de Futebol de Além Paraíba.
***Na internet, acesse o link  http://neimedina.blogspot.com.br/2011/08/operario-fc-campeao-zona-da-mata-1978.html  e ouça os gols do Operário, com narração de GERALDO MAGELA e comentários de JOANÍLSON DO VALLE.
 +José Maria Antunes(massagista), Nicola, Tirica, Nazareth, Julinho Louzada, Tizil e Dola.

+Bolotinha, Claudinho Manzo, Jorge”Quintino”, Zim e Maurílio”batuta”.

No futebol, uma passagem para se esquecer.
Não me lembro, acho que nem tenho.
Qual foi seu melhor técnico?
Meu melhor técnico foi Juarez Cardoso.
E o melhor dirigente?
Sr. Jader Furtado.

Qual o melhor jogador de sua época?
Anginho Rigolon.
Uma passagem curiosa ou engraçada.
 Foi em um jogo à noite na cidade de Recreio, onde o Mangueira Futebol Clube jogaria com o Recreio Esporte Clube, começando a partida, eu fiquei 15 minutos sem tocar na bola, na 1ª bola que recebi, dei um chutão em direção ao gol adversário e virei as costas, quando olhei para o goleiro Tirica e vi que ele vibrava, me virei e vi que tinha feito o gol.
 +Bolotinha, Tizil, Braz”canguru”, Heloísio Marchiori, Júlio, Quinzinho e João”gato”.
+Chimbria, João Batista”barriquinha”Pereira, Piei, Claudinho Manzo, Savinho e Zim.

Qual ou quais atletas de sua geração poderia ter jogado no futebol profissional?

Anginho Rigolon, o falecido Ademir”lalá”, o Julinho Louzada, o Lôro, e outros mais que agora não me lembro.

Escale um ou mais times com os melhores jogadores com quem você atuou. Pode “misturar” os que você jogou contra e a favor.
Welington Itaborahy, Mauricio Brunel, Julinho Louzada, Bote e Ademir, Dola, Anginho Rigollon e Cláudio Manzo, César, Lema e Samaroni.
Qual o melhor árbitro?
Luiz Quirino.

Dem, Zé Edalmo, Paschoal, D’Ângelo, Pernão, Paulo Afonso e Nazareth.
Anézio, “Mestre”Arruda, +Chimbria, Milton”do Dengo”, Barriquinha e Zim.
Abaixo, um time da Fábrica de Tecidos Sarmento. 


Obrigado ao amigo, e craque de bola, Zim”caieira” pela entrevista concedida à este modesto blog.